Facebook lança nova plataforma de games

1
227

O Facebook lançou ontem (29) uma nova plataforma de jogos para mobile que permitirá que usuários desafiem seus amigos pelo Messenger. O Instant Games, como batizado, é uma iniciativa da empresa que busca conectar usuários por meio de jogos assíncronos (ou seja, que não precisam de sincronia na conexão) e bastante leves, como “Pac-Man” e “Arkanoid”. A intenção é transformar o Messenger em um portal global de aplicativos mobile, atingindo o patamar da App Store ou Google Play.

Com o Instant Games, usuários podem desafiar seus amigos pelo Facebook Messenger e realizar compras dentro dos jogos, como acontece atualmente em Candy Crush. A plataforma pretende explorar os sucessos do xadrez, basquete e futebol, abrindo espaço, também, para desenvolvedores de terceiros que desejam criar novos games e adaptá-los ao aplicativo.

Conveniente, acessível e extremamente social
O Instant Games é a união de 5 anos de trabalho, contando com experimentos consecutivos para que usuários pudessem fazer muito mais do que apenas conversar, compartilhar mídia e figurinhas por chat. Investindo em Gaming, o Facebook Messenger pode melhorar suas capacidades de performance e aumentar naturalmente o gráfico social da empresa.

Em comparação com jogos mobile como os para iOS ou Android, esse é o momento para  o Facebook revelar a beleza e leveza de jogos HTML5 como Shuffle Cats Mini ou Galatron VS, pois eles não exigem muita instrução ou experiência. O usuário pode jogar a qualquer momento, pausadamente durante o dia, sem interromper a fluidez do jogo por ficar offline. Isso torna a plataforma mais conveniente, acessível e extremamente social.

facebook-messenger-games

Instant Games é a nova plataforma do Facebook Messenger (Imagem: TechCrunch)

Tentando e tentando…
Era uma vez em 2009, o Facebook construiu uma plataforma massivamente popular para desktop em parceria com desenvolvedores como Zynga e EA Games (quem nunca jogou The Sims Social que atire a primeira pedra…). Com a migração de usuários para mobile, o Facebook Games não conseguiu acompanhar o crescimento do iOS e Android (que se tornaram o “lar” dos jogos para smartphone) e deixou de ganhar até 30% de lucro em compras dentro de jogos (in-game).

Em 2011, a empresa tentou lançar uma plataforma de jogos em HTML5 com o codinome de “Project Spartan“, mas não vingou pela fraqueza em termos de performance. Pela incapacidade de desenvolver jogos que competissem cara-a-cara com os de iOS e Android, a breve plataforma logo caiu em esquecimento para os estúdios envolvidos no processo.

No início do mês, foi lançada a Facebook Gameroom, plataforma de jogos para desktop, sobretudo Windows 7 ou superior (você pode baixar aqui), competindo com Steam e Origin, mas com foco em jogos mais casuais.

Informações: TC.

1 comentário

Deixe uma resposta