HBO Max

HBO Max chega em maio de 2020 mas não no Brasil

0
154

WarnerMedia anunciou, em um evento para a imprensa em sua sede Burbank, nos Estados Unidos, que o serviço de streaming da empresa, o HBO Max, chegará em maio de 2020.

Além disso, a empresa revelou o preço da assinatura mensal, que custará US$ 14,99, cerca de R$ 60,00 em conversão direta.

O serviço de streaming HBO Max foi anunciado em julho e já foi confirmado que a plataforma reunirá conteúdo das emissoras HBOTNTTBSTurner Classic Movies (TCM), CW, Cartoon NetworkRooster TeethAdult SwimCrunchyroll, e também todo o line-up da Warner Bros., incluindo New LineLooney TunesCNN e DC.

Confira o trailer sobre o lançamento do HBO Max:

Todas as produções do DCEU, como O Homem de Aço, Mulher-Maravilha, Liga da JustiçaAquaman, estarão disponíveis para os assinantes, além de Coringa, que será lançado digitalmente na plataforma. Mulher-Maravilha 1984 Aquaman 2 devem seguir o mesmo caminho.

Outra grande novidade que foi anunciada durante o evento, é que o produtor das séries do ArrowverseGreg Berlanti foi anunciado como o showrunner de uma serie live-action de Lanterna Verde, série que, segundo o roteirista, será a maior já produzida pela DC.

A chegada do HBO Max no Brasil ainda é incerta, segundo o presidente da WarnerMedia International Networks, Gerhard Zeiler, a empresa não acha o país atrativo no momento.

“Temos a opção de adquirir os negócios no Brasil, mas não faremos isso no momento. […] O investimento direto adicional no Brasil não é atualmente atrativo para nós devido à incerteza regulatória existente no país. Apoiamos e continuamos otimistas quanto aos esforços em andamento para alterar a lei do SeAC de sorte a garantir que o setor de mídia tenha uma estrutura regulatória clara e previsível que promova o investimento e a inovação.”

A lei a qual Ziler se refere é a Lei 12.485/2011. Ela não permite que a mesma empresa produza conteúdo e o distribua em TV por assinatura. Como a AT&T, dona da Sky, comprou a WarnerMedia, a operação da companhia no Brasil enfrenta conflitos regulatórios.

Deixe uma resposta

Recomendado