paiN Gaming é o Brasil no mundial de League of Legends

0
232

A paiN Gaming acabou levando no ultimo sábado (5) o Desafio Internacional de League of Legends e conquistaram uma vaga no mundial de LoL, que será disputado em outubro na Europa e serão os representantes do nosso país nesse que é o maior torneio do mundo para o game. A decisão do Desafio Internacional aconteceu em Santiago do Chile e os brasileiros não sentiram a pressão com uma arena com mais de 8 mil chilenos, torcendo e incentivando o time da casa.

paiN_gaming_desafio_internacional_lol

E o sábado começou bem para o time da paiN Gaming aqui em Santiago. Na primeira partida do Desafio Internacional de League of Legends, os campeões nacionais atropelaram o time da Kaos Latin Gamers, que nada pode fazer.

Com atuações fortes de Mylon, Kami e, sobretudo, do francês Dioud, os brasileiros não perderam uma luta em grupo, fizeram quatro dragões e um barão e não viram nenhuma de suas torres cair na partida. Ao final de 33 minutos e com o incrível placar de 22 a 5 em mortes e 63 mil a 44 mil em ouro, a paiN encaixou mais uma boa luta, invadiu a base dos adversários e só não fez eliminou os cinco jogadores do time adversário antes do GG porque não quis.

Depois de um primeiro jogo avassalador, todo mundo esperava que a segunda partida fosse mais disputada. E foi o que de fato aconteceu, nos primeiros vinte minutos de jogo, a Kaos Latin Gamers deu bastante trabalho ao time brasileiro, especialmente ao conseguir a primeira morte da partida e algumas torres dos brasileiros. No entanto, o time latino não soube conduzir seus objetivos subsequentese viu os campeões brasileiros pavimentarem o caminho para a segunda vitória por não conseguirem bom engajamento nas lutas coletivas.

Com grande presença do atirador brTT, que sozinho cuidou de mais de metade das kills do time brasileiro, o placar geral ficou em 18 a 5, a paiN Gaming ficou mais à vontade na segunda metade da partida, conseguindo até mesmo um “extermínio”. No fim das contas, não deu para o time latino resistir ao final de 38 minutos.

No terceiro jogo, o time da Kaos Latin Gamers até tentou impor um ritmo de jogo aos brasileiros, mas repetiu os mesmos erros das duas partidas anteriores. Sem ter força para vencer as lutas coletivas, coube aos chilenos apenas incomodar os brasileiros com algumas mortes individuais, a maioria delas executadas por Whitelotus. As lutas coletivas foram um passeio para os brasileiros, com direito a double kills e triple kills de uma vez só.

No final do confronto, um placar de 22 mortes a 8 e a vitória do time brasileiro em apenas 34 minutos e a vaga para representar o Brasil no mundial de League of Legends.

Deixe uma resposta