Curtinha: 5 coisas que você provavelmente fez em Mortal Kombat

0
637

Nesta terça-feira, 14/04/2015, foi lançado mais um game da série Mortal Kombat. Muito aguardado pelos fãs de pancadaria, Mortal Kombat X é a pedida certa para quem gosta de violência extrema. O jogo tem sido muito comentado nos últimos meses e, agora que foi lançado oficialmente, decidimos fazer uma pequena lista com cinco coisas que você, leitor, provavelmente fez em Mortal Kombat.

A arte de esmagar botões

Devo dizer que não sou nenhum mestre nos jogos de luta, mas já fui pior do que sou hoje. O primeiro contato com um game é sempre difícil e com MK não seria diferente. Não importando o personagem, a verdade é que tendemos a apertar os botões sem qualquer sincronia com possíveis combos. Ora, nem sabemos os combos que podemos realizar. E não queremos perder, certo? Então o que nos resta é apertar os botões e torcer para acontecer algo que seja de nosso benefício. E o mais legal é quando o desespero toma conta de nosso corpo, e passamos a esfregar todos os botões de forma frenética enquanto fazemos caretas com nossa face. E lembrem-se: a arte de esmagar botões é uma arte universal nos games de luta, de qualquer maneira.

Button mashing

Adotando o estilo canguru

Quando o medo de ficar preso no chão com um oponente mais forte e experiente toma posse do nosso corpo, podemos partir para o método que quebra psicológicos, destrói amizades e faz qualquer pessoa que queira jogar a sério apelar: o estilo do canguru, que consiste em ficar pulando pelo cenário dando socos e chutes aleatórios enquanto caímos, para logo em seguida pularmos de novo e repetirmos todo o processo.

Passando a perna em quem não sabe jogar

Segure para trás e aperte chute alto e seu personagem irá realizar uma rasteira no oponente. Esse golpe, sujo e covarde, era particularmente eficaz contra pessoas que não sabiam jogar Mortal Kombat, e acabavam aceitando a “sessão” sem saber o que fazer. Esperavam suas mortes com muita honra. Digo, quando tinham paciência de esperar, porque muitos acabavam perdendo a paciência e saíam da sala jogando o controle na parede e proferindo todos os tipos de maldições para o sacana que não deixava seu Liu Kang levantar. No meu caso, eu chorava, mas isso é uma particularidade.

Momento de alegria para todos

Quem nunca deu gargalhadas ao jogar com amigos e de repente ver o rosto de alguém aparecendo na tela e gritando “Toasty!”? Bem, na minha época, eu sequer sabia o que ele falava, mas eu ria sem parar e achava uma das melhores coisas em MK simplesmente porque era engraçado e aleatório.

O cara que aparece se trata de Dan Forden designer-chefe de áudio da franquia Mortal Kombat. A história diz que ele tentou dizer algo como “You’re toasted”, uma expressão inglesa para “Você tá frito”, mas na hora de falar acabou desafinando e se tornando uma piada dentro da equipe do game, que acabaram colocando-o como um easter egg a partir de Mortal Kombat II.

Como não executar um fatality

Os fatalities são a maneira mais brutal e estilosa de se finalizar uma luta em Mortal Kombat. O oponente fica tonto, executamos uma sequência rápida de botões e boom: muito sangue na tela, pedaços de carne e ossos expostos. O grande lance é que, nos primeiros jogos da série, era muito difícil de se executar um fatality corretamente. Isso gerava uma frustração monstruosa em quem queria se exibir para o amigo derrotado, que acabava rindo da cara do vencedor por sua incompetência em finalizar em grande estilo. E para você que, ao invés de fazer o Liu Kang virar um dragão, mas sim fazia com que ele apenas socasse o oponente perdendo a oportunidade de finalização, vou deixar um vídeo bem bacana de fatalities “comédias”. Espero que gostem tanto quanto eu gostei.

Grande abraço a todos e até o próximo texto.

PS: a análise de Mortal Kombat X sairá em breve, então fiquem ligados no Tudo Geek.

Deixe uma resposta